Suíno vivo: cotação permanece estável

Publicado em 06 de dezembro de 2017

Comentário(s)

A cotação do suíno vivo, à espera da divulgação das Cooperativas e das Bolsas de Suínos, permanece estável nas principais praças.

O indicador do Suíno Vivo Cepea/Esalq, referente à sexta-feira (1), destaca alta de 0,30% no Rio Grande do Sul, a R$3,39/kg. Por sua vez, Santa Catarina registra queda de -0,86%, a R$3,45/kg e São Paulo, queda de -0,25%, a R$4,04/kg. As demais praças se mostram estáveis. Os preços do milho, um dos principais insumos para a suinocultura, apresentaram queda no mês de novembro, como constatou o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) da Esalq/USP. Este cenário se deve a um menor ritmo de exportações do cereal nas últimas semanas e a um maior interesse interno de venda. Contudo, o ritmo de negócios ainda é lento, já que os vendedores voltam às atenções para a nova safra.

Exportações - Em novembro, o Brasil exportou 45,8 mil toneladas de carne suína "in natura", totalizando US$110,7 milhões, segundo dados do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC). Este total representa uma queda de -21,4% em quantidade e de -27,6% em valor em relação ao mesmo período do ano passado.

Fonte: Notícias Agrícolas




Comente


Leia também

Conhecer para Cooperar

02 de setembro de 2016

Dia Nacional do Campo Limpo envolve 1.200 crianças em Chapecó

18 de agosto de 2016

Cooperalfa reuniu quadro de lideranças em agosto

14 de outubro de 2016

Gestão das propriedades em Ipuaçú

23 de agosto de 2016

As oportunidades da crise

01 de setembro de 2016

Identificada nova praga de pastagens em Santa Catarina

23 de agosto de 2016

Cooperalfa inicia o ano do seu cinquentenário

05 de janeiro de 2017

Contatos Cooperalfa

Contatos dos setores

Trabalhe na Cooperalfa

Ligar para matriz
(049) 3321-7000

Av. Fernando Machado, 2580-D
Passo dos Fortes
Chapecó / SC